InícioGoiásGracinha Caiado participa de encerramento da Copa Quilombola

Gracinha Caiado participa de encerramento da Copa Quilombola

Organizada pelo Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), a Copa Quilombola de futebol foi encerrada neste domingo (26/6), em Cavalcante, com a presença da presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais, primeira-dama Gracinha Caiado. Após jogos emocionantes, as equipes Vão do Moleque (Cavalcante) e João Borges Vieira (Uruaçu) comemoram os títulos, respectivamente, no masculino e feminino.

Município com a maior comunidade remanescente de quilombos do Brasil, Cavalcante foi a sede do último final de semana de disputas, após seis etapas (Piracanjuba, Posse, Niquelândia, Pirenópolis, Iporá e Alto Paraíso). Evento fomentado pelo Fundo de Proteção Social (Fundo Protege), em ação do Goiás Social, projeto do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), a Copa Quilombola reuniu na fase final três equipes femininas e seis times no masculino.

A primeira-dama Gracinha Caiado pôde ver de perto o envolvimento das comunidades tradicionais em prol da realização da Copa. “Concluímos a realização de mais um sonho que é a copa quilombola, um torneio muito especial que foi pensado para trazer essa integração por meio do esporte e dar mais visibilidade para os talentos das nossas comunidades quilombolas de Norte a Sul de Goiás”, celebrou.

Comunidades tradicionais

Em discurso, Gracinha ainda fez uma balanço sobre as ações entregues na região e lembrou que, desde os primeiros dias de mandato, o governador Ronaldo Caiado voltou o seu olhar para as comunidades tradicionais goianas que, por muito tempo, foram negligenciadas pelo poder público. “Sabemos que ainda temos muito para avançar, mas tudo isso é para mostrar a vocês que a nossa admiração e o nosso respeito pelas comunidades quilombolas vêm acompanhados de muito diálogo e de muito trabalho. Vamos continuar ouvindo, aprendendo e trabalhando ao lado de vocês para que possamos avançar ainda mais”, completou a primeira-dama.

Da mesma forma, durante discurso, o prefeito Vilmar Kalunga, único chefe de Executivo quilombola do País, agradeceu o apoio do Governo de Goiás e do governador Ronaldo Caiado em prol das comunidades tradicionais. Para o gestor, pela primeira vez na história, o Estado conta finalmente com um governante que atua em prol dos remanescentes quilombolas, com trabalho prestado e também valorização das tradições culturais. “Nunca tivemos um governo tão atuante, que vem até nossas comunidades e faz questão de nos ouvir, como tem sido na gestão de Ronaldo Caiado. Tem nos dado uma oportunidade única, que não fica só nas promessas e sim na realidade, no trabalho de verdade”, enalteceu.

Secretário de Estado de Esporte e Lazer, Henderson Rodrigues destacou todo o trabalho feito ao longo da competição esportiva ao ponderar a importância da parceria entre as áreas de Esporte e Social da administração estadual. “Uma das grandes marcas do governo Caiado e, claro, da nossa querida Gracinha, é o social. De nada adianta termos estruturas, se não existir o cuidado com o ser humano. O desafio será muito grande de conseguir desenvolver um evento ainda maior e melhor, como foi a edição 2022″, elogiou o secretário.

Superintendente de Paradesporto e Fomento Esportivo da Seel, Roberta Wendorf falou sobre a emoção de realizar um evento tão importante que mistura esporte, cultura e tradição. “Sensação de dever cumprido. Conseguimos levar esporte e valorizar nossa cultura em todas as etapas. Sem dúvida, fica um gostinho de quero mais”, projetou.

Campeões

A equipe João Borges Vieira, de Uruaçu, foi a grande campeã feminina da Copa Quilombola. O time venceu o Goiânia Sul, de Abadia de Goiás, por 1 a 0, e com quatro pontos, terminou na primeira posição do triangular final. A decisão masculina, entre Vão do Moleque (Cavalcante) e Ana Laura (Piracanjuba), terminou empatada em 1 a 1. Nas penalidades, a equipe da casa venceu por 6 a 5.

Após defender uma penalidade, o goleiro Wellington “Amarelo”, de 28 anos, foi para a cobrança e garantiu a festa da torcida. “Dedico essa vitória à nossa comunidade Kalunga do Engenho, Vão do Moleque, que nos recebeu muito bem, e ao governador Caiado por ter proposto essa copa pra gente”, afirmou o atleta.

Os campeões regionais receberam materiais esportivos como premiação, enquanto os campeões da última etapa receberam como prêmios instrumentos musicais, como viola e berimbau, entre outros, com o objetivo de fomentar a cultura tradicional.

Fonte: Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel)

Fonte: Portal Goiás

Redação
Redaçãohttps://politicainteligente.com
Um portal especializado em analisar a política no Brasil e no mundo. Veja o que acontece de importante no Planalto, Congresso e Judiciário. Além de notícias importantes no Executivo, Legislativo e Judiciário nos estados, Distrito Federal e Goiás.
Continue Lendo

Últimas Notícias