InícioGoiásGoverno de Goiás promove qualificação da assistência a bebês prematuros

Governo de Goiás promove qualificação da assistência a bebês prematuros

Assistência pré-natal de qualidade, disponibilidade de leitos em unidades neonatais e acompanhamento dos bebês prematuros após a alta são fundamentais para reduzir a mortalidade infantil, objetivo das ações do Governo de Goiás que ganham maior ênfase neste Novembro Roxo.

Considerado mês da prematuridade pelo Ministério da Saúde, a campanha é marcada também pelo Dia Mundial da Prematuridade, em 17 de novembro, e por eventos para sensibilizar e conscientizar profissionais da saúde e população sobre a atenção ao parto prematuro.

Desde 2021, o Governo de Goiás ampliou, na rede própria, o número de leitos neonatais de Unidades de Terapia Intensiva Neonatal (Utis), de 19 para 39, e de Unidades de Cuidados Intermediários (Ucins), de 32 para 47 leitos, com perspectivas de abertura de novos leitos na Macrorregião Nordeste e Centro Sudeste.

Aumentou ainda o número de vagas no ambulatório para gestantes de alto risco e na pediatria, com a abertura de seis Policlínicas em todas as macrorregiões de saúde. No Hospital Estadual da Mulher (Hemu), é realizado o telemonitoramento dos prematuros que recebem alta, por meio do Projeto Guardiões da Vida, que será levado também a outras unidades de saúde da rede pública estadual.

“Bebês prematuros apresentam intercorrências devido à imaturidade de seus sistemas anatômico e fisiológico, muitas vezes necessitando de apoio respiratório, hemodinâmico e nutricional. Por isso, sofrem maior risco de morte ou sequelas futuras, além de passarem por internação prolongada em Unidades de Terapia Intensiva Neonatal”, lembra Alexandra Nunes Assis, coordenadora de Redes Materno-Infantil da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO).

Ela destaca também a importância da assistência cuidadosa, centrada na família e no ambiente da unidade neonatal (Método Canguru), como de vital importância para mitigar a mortalidade e prevenir alterações no desenvolvimento neuropsicomotor desses bebês.

E essa redução se faz com a diminuição do número de partos prematuros, com assistência pré-natal de qualidade, leitos em unidades neonatais e o posterior acompanhamento desses bebês após receberem alta, exemplos de ações realizadas pelo Governo de Goiás citadas acima.

Para que essa estratégia de política pública tenha resultado ainda mais positivo, é fundamental o constante aprimoramentos dos profissionais que atuam na área neonatal. Neste mês, a SES-GO preparou qualificações, com abordagem que incluem o Projeto Guardiões da Vida e os dados de unidades neonatais monitoradas em Goiás (veja abaixo). A participação das capacitações on-line não exige inscrição, bastando apenas acessar o endereço eletrônico (veja abaixo).

Programação:

16.11, às 15h – Qualificação Projeto Guardiões da Vida – Prematuros: Um Ano de Seguimento – Equipe Cori/SES-GO: clique neste link para participar.

17.11, às 9h30 – Qualificação (presencial, com equipe de Redes Materno-Infantil) Modelagem da TMI – Carlos Souza, estatística – Sala 1, ConectaSUS

22.11, às 15h – Qualificação Contato Pele a Pele Desde o Nascimento – Garanta essa Terapia: clique neste link para participar.

24.11, às 14h – Qualificação Dados Qualineo de Unidades Neonatais Monitoradas em Goiás – Dra. Daniela Portal – coordenadora estadual do MC e intensivista neonatal.

Comunicação Setorial/SES – Governo de Goiás

Fonte: Portal Goiás

Redação
Redaçãohttps://politicainteligente.com
Um portal especializado em analisar a política no Brasil e no mundo. Veja o que acontece de importante no Planalto, Congresso e Judiciário. Além de notícias importantes no Executivo, Legislativo e Judiciário nos estados, Distrito Federal e Goiás.
Continue Lendo

Últimas Notícias