q “Goiás é referência para nós”, diz ministra da Saúde - Política Inteligente
InícioGoiás“Goiás é referência para nós”, diz ministra da Saúde

“Goiás é referência para nós”, diz ministra da Saúde

Em manhã dedicada a pautas sobre saúde, o governador Ronaldo Caiado recebeu, nesta segunda-feira (17/07), em Goiânia, a ministra da Saúde, Nísia Trindade. Juntos, acompanharam inaugurações de espaços voltados ao cuidado integral da saúde da mulher e de pessoas com transtorno do espectro autista.

“Temos excelente parceria com o Estado de Goiás, não só na saúde, mas no governo federal como um todo. Por isso, agradecemos o governador Ronaldo Caiado por seu papel importante na construção do diálogo e de uma agenda propositiva”, afirmou a ministra Nísia Trindade.

Espectro autista

A primeira agenda do dia foi a inauguração do Instituto Teia Agir, espaço destinado ao atendimento de pessoas com transtorno do espectro autista. O local, na Rua 227, no Setor Leste Universitário, recebeu o nome de Ronaldo Ramos Caiado Filho, em homenagem ao filho do chefe do Executivo goiano, que faleceu em julho do ano passado.

A clínica é uma unidade própria da organização social Associação de Gestão, Inovação e Resultados em Saúde (Agir), com foco em atendimento terapêutico de crianças entre um e seis anos de idade. O instituto oferecerá serviços de psicologia, fonoaudiologia, psicopedagogia, terapia ocupacional e psicomotricidade.

Caiado ressaltou que a regionalização da Saúde implantada em sua gestão levará também atenção a pessoas no espectro autista a todas as regiões goianas.

“Não faz sentido centralizar o atendimento. Em cada lugar, devemos fazer um ambiente como esse. Dentro das escolas, por exemplo, determinei à Secretaria de Educação que criasse a Sala Avançada. Hoje, nós temos mais de 200 delas, que dão continuidade à orientação dessas crianças, com pedagogos especializados”, citou o governador.

Senador da República por Goiás, Jorge Kajuru encampou apoio à causa, com destinação de emendas. “Vamos atender todas as pessoas com autismo de Goiás. E é muito mais barato do que se imagina”, garantiu o parlamentar.

A presidente do Coletivo Mães em Movimento pelo Autismo, Letícia Amaral, trouxe dados expoentes da necessidade de atenção com o transtorno para o futuro.

“A cada 36 crianças que nascem, uma será autista. O prognóstico é de que, daqui a 10 anos, toda família terá uma pessoa autista. O autismo é sim uma questão de saúde pública que exige medidas emergenciais por parte de todas as autoridades”, salientou ela.

Oftalmologia

Em seguida, a comitiva de Caiado e Nísia Trindade passaram pelo Centro de Referência em Oftalmologia (Cerof) da Universidade Federal de Goiás, dentro do Hospital das Clínicas (HC), também no Setor Leste Universitário, em Goiânia. O diretor da unidade, Marcos Ávila, liderou a visita e homenageou o governador e a ministra.

“É um dia tão importante para o Centro. Uma honra grande recebermos pela primeira vez uma ministra da Saúde”, frisou o gestor. Nísia Trindade afirmou que trabalhará para implementar um programa de saúde ocular pelo Brasil tendo Goiás como referência. “Vamos trabalhar um programa forte de saúde ocular no país e Goiás é uma referência para nós”, afirmou.

Atualmente, o Cerof realiza 700 atendimentos por dia, por meio de convênios com o setor público. Patologias como catarata, retinopatia diabética, glaucoma e descolamento de retina são tratadas na unidade.

O chefe do Executivo goiano falou do carinho que tem pela universidade e como conta com ela durante seu mandato.

“A UFG esteve conosco em todos os momentos do governo, sempre na parceria sobre pesquisas, conteúdo, em como sair de dificuldades. Além de pessoas de outros estados, nós, de Goiás, temos de agradecer cada vez mais”, expressou Caiado.

Saúde da mulher

A manhã de agendas na capital goiana foi encerrada com a inauguração do Instituto da Mulher, também dentro do Hospital das Clínicas da UFG. Ligado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), o espaço recebeu recursos de contrato com o Sistema Único de Saúde (SUS) e passou por modernização e revitalização do bloco ambulatorial para abrigar o instituto.

O objetivo do espaço é dar atendimento especializado a mulheres em todas as fases da vida. Serão ofertadas consultas, ações educativas, exames, além de procedimentos clínicas ou cirúrgicos sem a necessidade de internação, o chamado Day Clinical.

A partir de agora, o Hospital das Clínicas ampliará seus serviços e oferecerá também medidas de medicina fetal. Nísia Trindade pontuou que quer tornar o local uma referência para o país.

“O Brasil voltou a dialogar com as universidades, a investir em saúde, em políticas públicas para mulheres. Termos uma ministra da Saúde mulher é uma honra para todas. É simbólico”, disse a reitora da UFG, Angelita Pereira de Lima.


“Estamos praticando ciência e tecnologia como retaguarda e vanguarda para que as mulheres no SUS possam ser bem atendidas”, falou o diretor da Faculdade de Medicina da UFG, Waldemar Naves do Amaral”.

Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás 

Fonte: Portal Goiás

Redação
Redaçãohttps://politicainteligente.com
Um portal especializado em analisar a política no Brasil e no mundo. Veja o que acontece de importante no Planalto, Congresso e Judiciário. Além de notícias importantes no Executivo, Legislativo e Judiciário nos estados, Distrito Federal e Goiás.
Continue Lendo

Últimas Notícias